3ª CÂMARA CÍVEL CONDENA OPERADORA A RESSARCIR CLIENTE


Data: 25/6/2009
Fonte: Consultor Jurídico

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ/Ce) negou provimento ao recurso apelatório interposto pela Unimed Fortaleza, condenando a empresa a ressarcir a quantia de R$ 3.740,00 a Edilson Fernandes de Sousa, correspondente a 17 sessões do tratamento de oxigenoterapia hiperbárica.

Consta nos autos de nº 2007.0007.0825-7 que o paciente necessitava do referido tratamento, cujo equipamento encontrava-se disponível apenas no Hospital Regional da Unimed e em outra clínica da cidade.

Edilson Fernandes de Sousa decidiu realizá-lo em outra clínica e teve o pedido de autorização negado pela Unimed, sob a alegação de que o procedimento só poderia ser realizado em suas dependências.

O autor, então, iniciou o tratamento recomendado pelo médico em outra clínica, arcando com todas as despesas.

Na sessão de segunda (22/06), a 3ª Câmara Cível, presidida pelo desembargador Rômulo Moreira de Deus, julgou 36 processos, destes, 10 extra pauta. Também estiveram presentes os desembargadores Antônio Abelardo Benevides Moraes, Edite Bringel de Olinda Alencar e Celso Albuquerque Macedo.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tratamento de obesidade mórbida em clínica de emagrecimento pode ser custeado por plano de saúde

Direitos da pessoa com câncer

Beneficiário de plano de saúde coletivo tem legitimidade para questionar rescisão unilateral por operadora