CID PODE SER PREENCHIDO APENAS NAS GUIAS ELETRÔNICAS


Data: 9/10/2009
Fonte: Política & Poder

A opção de preencher o campo do Código Internacional de Doenças (CID) nas guias de consultas e exames de papel será suprimida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Sob decisão judicial, o CID só poderá ser preenchido, a partir de agora, nas guias eletrônicas.

Segundo a ANS, as guias estão sendo revistas e o campo referente ao CID será retirado dos documentos em papel. A Agência ressaltou que a solicitação do Código sempre foi opcional, contudo, as entidades médicas alegavam que o preenchimento feria a confidencialidade entre médicos e pacientes, uma vez que a informação poderia chegar a terceiros, causando, assim, dano ao paciente.

Várias ações foram impetradas na Justiça a fim de retirar o campo das guias de consulta. O recurso do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) conseguiu, enfim, a decisão final da Justiça, que permitiu que o CID seja preenchido apenas nas guias eletrônicas, tendo em vista os padrões de segurança que a troca por meios eletrônicos é submetida.

A notícia sobre a exclusão do campo opcional do CID foi comemorada pelas entidades médicas, durante a última reunião do Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar (COPISS), realizada no início de outubro. Com a decisão, o CID permanece, também, nas guias de internação, conforme prevê resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM).

As entidades médicas estão orientando aos seus associados a denunciarem as operadoras que exigirem o preenchimento do CID nas guias de papel.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tratamento de obesidade mórbida em clínica de emagrecimento pode ser custeado por plano de saúde

Direitos da pessoa com câncer

Beneficiário de plano de saúde coletivo tem legitimidade para questionar rescisão unilateral por operadora