SAIBA TUDO SOBRE OS PLANOS DE SAÚDE


Data: 6/10/2009
Fonte: Agora S.Paulo

A decisão de contratar um plano de saúde deve levar em consideração a necessidade e os gastos com a nova despesa, que será mensal. Estar atento ao tipo de plano, à cobertura que ele oferece e aos prazos de carência é fundamental para evitar transtornos e até gastos maiores que o previsto.

"O consumidor deve exigir que todas as informações passadas pelo vendedor ou pela operadora de saúde constem no contrato. Isso é uma segurança para quem compra", diz o chefe do núcleo regional de atendimento e fiscalização da ANS (Agência Nacional de Saúde) de São Paulo, Luiz Paulo Faggioni.

No mercado, existem as opções de planos individuais e coletivos, que são divididos em empresariais e por adesão. Na maioria das vezes, os consumidores acabam optando pelos planos coletivos, por serem mais baratos, já que a quantidade de pessoas atendidas é maior no mesmo contrato. Analisar as exclusões de atendimento previstas e a seriedade da operadora de saúde é outra dica importante ao escolher um plano.

"O consumidor pode checar o registro da operadora e o número de reclamações que ela possui na ANS. Também é preciso avaliar o custo-benefício do convênio e não aceitar a primeira proposta oferecida", diz Faggioni

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tratamento de obesidade mórbida em clínica de emagrecimento pode ser custeado por plano de saúde

Direitos da pessoa com câncer

Beneficiário de plano de saúde coletivo tem legitimidade para questionar rescisão unilateral por operadora