ANS avalia planos de saúde e apenas 23 de 989 recebem a nota máxima

A Agência Nacional de Saúde (ANS) divulgou os resultados finais da avaliação de desempenho das operadoras de planos de saúde no Programa de Qualificação da Saúde Suplementar, ano-base 2009. O Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), que varia de zero a um, atribuiu notas as operadoras. Na avaliação das 989 operadoras de planos de saúde médico-hospitalares do país, a ANS atribuiu nota máxima a apenas 23 empresas. Elas atendem a 6,7 milhões de usuários, 16% do total. O índice de qualidade criado pela agência reguladora varia de zero a um e é dividido em cinco faixas, sendo a mais alta variando entre 0,8 e 1,0. As demais faixas são 0,60 a 0,79 ; 0,40 a 0,59; 0,20 a 0,39 e 0 a 0,19. O índice utiliza quatro critérios para atribuir notas, sendo eles: atenção à saúde; saúde econômico-financeiro; estrutura e operação e satisfação dos beneficiários. Os indicadores são calculados através de dados dos sistemas de informações da ANS, enviados pelas operadoras ou coletados pela Agência e de dados de sistemas nacionais de informações em saúde. Entre as 23 empresas de saúde médico-hospitalares com notas acima de 0,8, a maioria é formada por associações de classe ou cooperativas. Das grandes seguradoras ou companhias de medicina de grupo, só duas empresas obtiveram nota máxima. Segundo a ANS, as operadoras de planos de saúde com atuação na Paraíba apresentaram índices variados. A maior nota no Estado foi alcançada pela Unimed João Pessoa com IDSS entre 0,40 e 0,59 e com mais de 100 mil usuários. Já a Associação dos Fiscais de Rendas e Agentes Fiscais do Estado da Paraíba apresentou o índice mais baixo com IDSS entre 0,00 a 0,19 e menos de 10 mil usuários. A Unimed de Campina Grande também registrou pontuação baixa ficando com IDSS entre 0,20 e 0,39. Para verificar qual foi a avaliação recebida pela sua operadora e identificar os problemas que ela apresenta, basta que o consumidor visite o site da ANS e digitar o nome da empresa.

www.cqcs.com.br

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tratamento de obesidade mórbida em clínica de emagrecimento pode ser custeado por plano de saúde

Direitos da pessoa com câncer

Beneficiário de plano de saúde coletivo tem legitimidade para questionar rescisão unilateral por operadora